sábado, 3 de abril de 2010

Ovo


Há histórias que ficam para a posteridade... E como estamos na Páscoa, não há altura melhor para contar esta história...

A ideia de um ovo vibratório com comando à distancia é bastante interessante, dá para muitos devaneios. Um jantar de amigos, uma saída à noite ou simplesmente a dois para provocar...
Numa bela saída à noite, achei que seria engraçado levar o ovo e depois entregar o comando para que ele pudesse usar quando e como quisesse. Quando entreguei o comando ele fez aquele sorriso maroto como quem dizer que agora quem mandava era ele.
Tinhamos olhares de cumplicidade embora, ninguém a nossa volta se apercebesse do que se estava a passar e, o mais excitante era mesmo essa parte. Era tipo um fruto proibido!
Até aqui, a história parece mais ou menos normal... O que aconteceu a seguir é que não foi nada normal mas, depois do susto inicial tornou-se muito engraçada e caricata também.
Passado algum tempo, o comando não estava a funcionar e, foi então que resolvi ir à casa de banho ver qual era o problema. A ideia era tirar o ovo ver o que se passava e voltar a coloca-lo, contudo não foi o que aconteceu porque ao tentar tirar o ovo fiquei com o cordel na mão!! Pensei "E agora??!!" . Mandei-lhe uma mensagem a contar o que se estava a passar e a resposta veio de imediato "Deixa ficar o ovo, eu depois tiro! hehe". Claro que não deixei ficar... Consegui tirar sem qualquer problema depois do susto inicial.
A brincadeira na noite acabou ali... Mas a festa da noite continuou com muitas risadas pelo meio. :)

No dia seguinte, contactei a vendedora, a minha querida Champanhe, e tudo ficou resolvido, o ovo foi trocado e nunca mais houve problemas com o ovo. ;) Agora até já há um novo modelo (o que mencionei no ovo para elas).

23 comentários:

essaagora disse...

precisamente Moranga, é um deste que quero.

essaagora disse...

já agora Moranga, não sei se sabes responder a estas perguntas mas faço-as à mesma.

Gostava de ir a uma reunião, mas não conseguimos arranjar as 8 pessoas. Como posso fazer? E posso comprar algumas coisas e ir para outro lado ou ir buscar directamente. Estou com os meus pais e eles são curiosos demais...

Obrigada

Lou Alma disse...

Moranguinha, eu QUERO uma coisa dessas para mim

Lou Alma disse...

e essas ideias fantásticas que vocês têm , marotos!!!! ;)

Morango disse...

Essaagora,

Envia-me um mail para amv.ourem@gmail.com, assim explico-te melhor. ok?

Lou Alma,

Pois é... Somos uns marotos... E depois acontecem coisas como esta!!!
Risos


Bjos e boas vibrações para as meninas.

essaagora disse...

já enviei, obrigada :)

Lou Alma disse...

Soubeste se pode ser feito pelo correio, contra-reembolso ?

A minha essência disse...

Risos... risos... risos...

Bem, bem, bem... grandes conversas que vai por aqui :)

Beijos :P

António disse...

Provocadora!

Beijos vibrantes

António

LiLLyMinetH disse...

Para gozo privado tenho o meu cachorro que é uma delícia no minete, e no resto também se porta muito bem.
Aconselho vivamente

essaagora disse...

Eu devo estar a ver mal as coisas com toda a certeza... esta senhora LiLLyMinetH não disse aquilo que eu entendi, pois não?

Existem máquinas, homens e mulheres que fazem isso. As máquinas, são máquinas nada a dizer. Os homens e as mulheres pensam por si e não fazem o que lhe mandam... ou seja não basta por doce.

Grotesco :S

Lou Alma disse...

Olha Marta tiraste-me as palavras da boca , grotesco e de mau gosto. :(

essaagora disse...

mas pensando bem, existem muitas pessoas por aí que para além de não terem vida própria, adoram inventar e fazer os outros perder tempo.

Dou-lhe um conselho vá aqui:

http://www.lamaletaroja.com/pt_PT/index.php?js=1

e escolha um vibrador, acredito que vai relaxar um pouco... quem sabe até ser um pouco mais feliz?!

=)

LiLLyMinetH disse...

Minhas queridas ingénuas, existe tudo isso, que não desconheço e muito mais.
E homens, claro também, mas por vezes são muito indiscretos.
E conhecem por acaso, o que são cabines eróticas de onde saem belos pénis por os buracos?
Falam de sexo, mostram-se desinibidas mas não sabem nada.

Elizabeth.

essaagora disse...

aqui a única ingénua é você, que precisa de utilizar um animal para se satisfazer. Depois ainda vem perguntar o que conhecemos ou não.

Acho que para além de grotesca, ainda é pouco inteligente. Alguém desinibida pode não conhecer tudo, mas está aberta a conhecer.

E para mim sexo com animais e menores não se incluí nisso!

Estou certa que qualquer Psiquiatra da nossa praça pode tratar essa Zoofelia. Boa sorte para si e para o seu animal de estimação!

continuando assim... disse...

estamos perto do final... se final houver.
o capítulo 18, é o último capítulo do livro
quem já leu o "Continuando assim...", sabe como termina o livro.
A todos vocês que têm andado por aqui pacientemente , lanço o desafio prometido .
Antes de publicar o último capítulo , gostava que me dissessem como gostariam de terminar esta história de Alice e André.
Podem publicar os "vossos finais" nos comentários ou mandar directamente para o mail
queirozteresam@gmail.com
Irei postar aqui todos os finais possíveis , todos os "vossos finais" :)
Estou quase certa que algum de vós encontra o final perfeito.
está lançado o desafio, para já espero as vossas respostas
um grande beijo a todos !!

Teresa

Lou Alma disse...

Não se pode falar livremente sobre sexo que aparecem logo os tarados a achar que são o máximo. Boa Marta estiveste bem. Haver se param de se confundir. Nós gostamos de sexo, gostamos de partilhar, estamos abertas a todo o tipo de novas iniciativas, mas há certas coisas que não encaixam nisso. A mim até me faz confusão e estou no meu direito .

essaagora disse...

:)

LillyMineth disse...

Minhas queridas essaagora e Lou Alma.
Claro que estão no vosso pleno direito de pensarem e fazerem tudo que quiserem, mas eu também estou no meu.
O que para vocês foge aos padrões convencionais do prazer, para mim não o são, e provavelmente outros que vocês aprovam, nada me dizem.
Aconselha-me uma visita à maleta vermelha. Sabe minha querida, o que para si é novidade e se ufana de pensar que é o máximo de liberarismo, para mim faz parte pa pré-história.
Sou mulher, sou feminina, bonita e atraente, licenciada. Sou médica, casada e mãe de dois filhos.
Digo isto sem me ter perguntado, pois parece-me vê-la bastante interessada em mim.
Outra coisa que não sabe, ou talvez saiba mas finge que não sabe, é que todas as pessoas têm taras, manias, Eu prefiro chamar-lhes prazeres; que desconhecem ou, como lhe disse, escondem de si próprias, mas que no fundo as excitam. Mas como pensam com isso serem censuradas pois foge aos padrões convencionais do correctamente aceite, Escondem e não dizem.
Veja bem que não fui eu quem falou em crianças.
Eu tenho o prazer por mim, você tê-lo-á pelo seu namorado ou marido. Claro que também o tenho pelo meu marido, mas isso é porque quero e nunca por uma obrigação.
Entendeu agora.
A diferença entre nós as três, é que eu penso por mim e sei reconhecer o que quero e me dá prazer. O marido vem depois.
Vê como é simples.

Elizabeth

Morango disse...

Meninas,

Vamos lá acalmar os ânimos, ok?
Por aqui cada um é livre de dizer o que pensa acha ou sente... Mas por favor, respeitem-se umas as outras mesmo que não concordem com as opiniões umas das outras.

Bjos e boas vibrações.

essaagora disse...

Tens razão Morango, foi só o choque inicial.

Daisy Louve disse...

Também quero! ;-)

Velho do Restelo! disse...

Nunca consigo passar deste post... Agrada-me muito a ideia de ser o "dono" de um comando!! E fico sempre a imaginar como o usaria!!! Ainda por cima adoro "dar ordens"!!!