terça-feira, 11 de maio de 2010

Problemas de expressão



Na noite passada sonhei que tido um caso com uma das Senhoras daqui... ou melhor... era uma sra. daqui, mas como não conheço nenhuma... ela era igualzinha à gaja lá da Tasca... aquela que vai lá ajudar com os almoços e que depois bebe umas mines e come uns tremoços... mas tinha o requinte das meninas daqui!
Eh pá! Mesmo em sonho... aquilo foi um desastre, eu falava-lhe na minha linguagem e ela falava com educação e requinte... e eu sem jeito para "me esticar" até que ela me disse: "Mini queres ir passar um bom momento de luxuria???" Eu não sei o que é isso da luxuria... mas fui!! Afinal... se estivéssemos a sós... tudo poderia acontecer!!! Eu sei que às vezes as mulheres tem "curiosidade" sobre os broncos como eu... e dei por mim a pensar: "Quem sabe se não tenho sorte... e não tenho direito a um "bico?" (Um Homem pode sonhar)
Fomos até um daqueles sítios onde os casais vão para estar na marmelada nos carros... (porque será que depois de terem casa... as gajas nunca mais querem lá voltar?)
Chegado lá... ela atira-se logo aos beijos e abraços... apalpadela por todo o lado e mal lhe tiro o soutien (pesquisei como se escreve), vejo duas bolas tipo meloas e digo-lhe: Dá um jeitinho que quero chupar essas mamas grandes"... ela torceu o nariz ao ouvir mamas mas tudo bem, e ficou mais de lado (não esquecer que estávamos no carro - Não! Não é um Mini), entretanto andava eu a "chafurdar" naquele belo par de mamas: direita/esquerda/lambe/chupa/beija/mordisca e sem dar conta digo-lhe: "Mas que belas Tetas que tu tens!" Ao fim de 15 minutos lá entendeu que não lhe estava a chamar Vaca ... que era só a minha maneira de falar!
Voltamos à marmelada e ela diz-me: Mini estou muito excitada... eu não percebi bem isso de ela estar excitada... é que eu já estava cheio de tesão... ela entretanto sentiu isso mesmo com a mãozinha delicada... e diz-me: "Tu também estás muito excitado" eu respondi-lhe: Eu não!! Eu estou mesmo é cheio de Tusa!!! Ela abanou a cabeça... não sei bem porquê... mas também estava era cheia de tesão, porque desapertou-me o cinto e uns 3 botões, desapertou as calças dela...
A seguir... passou-se a mais incrivel sessão de confusões... pensaram que era de sexo... Nada disso!!
Ela sem avisar... enfiou a mão dentro das minhas calças, tirou-o para fora e antes que eu pudesse dizer alguma coisa já ela estava a mamar... Ao fim de uns 2 minutos ela parou... olhou para mim... tirou a boca... deu 2 lambidelas... e perguntou-me: "Gostas da forma como te Beijo??" Eu respondi: "Sim gosto... e também gosto muito da forma como fazes Broches!!!" Passou meia-hora a berrar sem respirar!!!
Depois colocamos os pontos nos is... não sei o que isso quer dizer, mas foi o que ela disse que íamos fazer!!!
Como a minha linguagem ia gerar muitos conflitos ela decidiu... ensinar-me as terminologias certas (ela escreveu isto no vidro embaciado) para me expressar... Mas aquilo era muita terminologia... que era muita coisa... que em vez de eu "falar" era melhor "encaminhar"!!!
E mesmo assim... consegui fazer asneiras... mas também... ela parece que fala francês, ou checo... ou o pénis que a penetre (fugi aos palavrões... foi ela que me ensinou)...
Ela diz-me: "Podes aflorar... mas não penetres!!!" Agora, digam-me lá... como é que uma Mini Fresca havia de saber que isso é o mesmo que dizer: "Podes roçar... mas não podes enfiar!!!"


Vai daí eu pensei... Eu preciso de ajuda!!! Resolvi vir aqui às meninas... ver se me podem dar uma ajudinha? Afinal... O que posso ou não dizer??? Ou de que forma posso falar???


3 comentários:

Moranga disse...

Eu acho que devemos chamar o que nos apetecer... E como nos apetecer...
Claro que também devemos conhecer bem a outra pessoa para saber até onde podemos ir...
Se por vezes da-me um beijo soa bem, outras faz-me um broche também cai bem!!
;)

Bjos e boas vibrações

A minha essência disse...

Desde que estejam em sintonia, tudo vale! Todas as expressões!
No sexo é tudo muito relativo, depende do parceiro (devaneios) na altura... principalmente na entrega, que no acto é o fundamental!

Bons devaneios :)

Simplesmente disse...

é uma questão difícil de ajudar... todos somos diferentes